Commons:Press releases/100K/pt

From Wikimedia Commons, the free media repository
Jump to: navigation, search

Deutsch | English | español | français | 日本語 | Nederlands | polski | português | slovenščina | +/−

S. Petersburgo, Florida, Estados Unidos
Maio 23, 2005

A Fundação Wikimedia anunciou hoje que o 100 000º ficheiro foi carregado no seu acervo on-line para imagens, áudio e vídeos livres; o Wikimedia Commons (http://commons.wikimedia.org/). Todos ficheiros carregados no Wikimedia Commons encontram-se disponíveis livremente para qualquer uso. Maioria dos ficheiros requerem que sejam atribuídos os créditos ao criador, e alguns outros sob uma licença copyleft, significando que todos trabalhos derivados têm de ser disponibilizados para utilização livre.

O Wikimedia Commons é um arquivo aberto de média único, utilizando a mesma tecnologia "wiki" que fez da Wikipédia, uma enciclopédia escrita por uma comunidade, o segundo website mais popular na web (segundo o Hitwise.com em Abril 2005). Wikis são websites que qualquer pessoa pode editar, permitindo assim que cresçam rapidamente e uma revisão constante de todas contribuições. Wikipédia e o Wikimedia Commons são operados pela fundação sem fins lucrativos Wikimedia.

O 1000 000º ficheiro foi uma ilustração desenhada pelo utilizador da Wikipédia Francês, Stephane Tsacas. Que é administrador da rede de computadores do Instituto Curie, um centro de pesquisa de biologia e física em Paris. "[Eu] recentemente fiz uma pesquisa na Wikipédia em francês, e descobri alguns artigos nos campos nos quais tenho conhecimentos: informática," Tsacas explica. "[Eu] então decidi me registar e fazer algumas alterações."

O ficheiro que Stephane Tsacas carregou é um diagrama de uma arquitectura de fluxo de dados. Sendo utilizado no artigo detalhado em francês http://fr.wikipedia.org/wiki/Architecture_Dataflow. Mal um ficheiro seja carregado para o Wikimedia Commons, encontra-se imediatamente disponível em todos projectos Wikimedia sem ser necessário carregar o mesmo para o projecto local. Esta funcionalidade permitiu encorajar os projectos Wikimedia a avançarem para o uso de multimédia em vez dos artigos baseados em texto no passado.

Desde do início do projecto a Setembro 2004, milhares de contribuidores juntaram-se para disponibilizar os seus ficheiros multimédia à maior comunidade. De tal modo, que o Commons é uma das colecções dos mais diversos ficheiros imaginável. Incluindo várias colecções de conteúdo livre:

  • 7 773 ficheiros de pronunciação em várias línguas, notavelmente em língua Alemã (5 926), Farsi (464) e Italiano (249). Estas gravações de voz, criadas por editores do projecto são mais utilizadas no Wikcionário, um dicionário baseado em wiki.
  • Reproduções de 10 000 pinturas em domínio público, doadas pelo The Yorck Project. Incluindo as obras de artistas como Leonardo da Vinci, Vincent van Gogh, Pierre-Auguste Renoir, Hieronymus Bosch, e muitos outros. Ver http://commons.wikimedia.org/wiki/Category:The_Yorck_Project.
  • Milhares de gravações em domínio público de música clássica de compositores como Bach, Brahms, Beethoven, Mozart, e Tchaikovsky. Ver http://commons.wikimedia.org/wiki/Category:Classical_music.
  • Uma colecção de vídeos de discursos históricos, excertos de filmes em público domínio como o filme "The Bond" de Charlie Chaplin, e vídeos científicos. Ver http://commons.wikimedia.org/wiki/Category:Video.

Além destas colecções, é o trabalho de individuais que define o Wikimedia Commons -- como o utilizador do Wikinotícias "Belizian", que tirou fotos durante um protesto na pequena nação na América Central de Belize em Janeiro 2005 para o artigo da Wikinotícias (http://en.wikinews.org/wiki/Unrest_in_Belize), ou o autor Robert Engelhardt, do Wikilivros, que adicionou várias fotos de ferramentas sobre abicultura para o seu livro sobre o tópico (http://en.wikibooks.org/wiki/Beekeeping. De mapas de metros a fotos de qualidade de impressão de insectos, de diagramas de física a fotos de localizações exóticas, os membros do Wikimedia Commons cobrem virtualmente todas as áreas de interesse humano com grande atenção ao detalhe.