File:Direitos humanos - entrevista com Flávia Pinto.webm

From Wikimedia Commons, the free media repository
Jump to: navigation, search
Direitos_humanos_-_entrevista_com_Flávia_Pinto.webm(WebM audio/video file, VP8/Vorbis, length 9 min 20 s, 720 × 480 pixels, 1.13 Mbps overall)

Summary[edit]

Description
Português: "Pesquisa pioneira sobre intolerância religiosa recebe prêmio de Direitos Humanos

Presidenta Dilma entrega prêmio à socióloga Flávia Pinto, coordenadora de trabalho sobre preconceito contra casas de umbanda e candomblé

O trabalho inédito sobre intolerância religiosa da socióloga Flávia Pinto ganhou reconhecimento na edição deste ano do Prêmio de Direitos Humanos oferecido pela Presidência da República. Flávia recebeu o prêmio que inaugura a categoria "diversidade religiosa" pela pesquisa que desenvolve na PUC do Rio de Janeiro, fazendo um levantamento dos casos de preconceito e violência contra os terreiros de umbanda e candomblé. "Essas Casas não são equiparadas com as outras tradições religiosas, que usufruem dos direitos constitucionais previstos para todos os credos religiosos", explica a socióloga, que relata ainda que a intolerância contra esses espaços se manifesta inclusive com violência -- como casos em que terreiros foram metralhados ou incendiados. O trabalho contou com a participação de 20 pesquisadores de campo. A previsão é que os trabalhos finais sejam apresentados em março de 2012 e resulte também em um livro com um mapa dos terreiros no Rio de Janeiro, dos quais 900 já foram registrados. "Tivemos o cuidado de preparar resultados científicos, válidos para promover políticas públicas para combater o preconceito e fortalecer as ações sociais dentro dos terreiros", ressalta Flávia que também é Babá de Umbanda (denominação das sacerdotisas da religião) no terreiro "A Casa do Perdão", no capital carioca.

Militância nasceu nos terreiros que desenvolvem projetos sociais Flávia Pinto conta que começou a militância na área de Direitos Humanos a partir do engajamento em projetos sociais desenvolvidos pela Casa do Perdão da comunidade Vila Vintém. Segundo ela, "60% dos terreiros desenvolvem trabalhos sociais e assistenciais", afirma a pesquisadora que tem como propósito promover a cidadania dentro dos terreiros.

"A partir do momento que nós começamos a nos afirmar, o Estado percebe que o 'desenho' do que é chamado de maioria religiosa não é bem assim. Na verdade existe um segmento que ainda está sem voz", pondera Flávia. "Temos orgulho de ter uma religião genuinamente brasileira", diz a pesquisadora, que ressalta a origem brasileira da Umbanda, fundada no dia 15 de novembro de 1908, em Niterói.

(Jamila Gontijo -- Portal do PT)"
Date
Source http://www.youtube.com/watch?v=6mBdiOBSk8c
Author Partido dos Trabalhadores

Licensing[edit]

w:en:Creative Commons
attribution
This file is licensed under the Creative Commons Attribution 3.0 Unported license.
You are free:
  • to share – to copy, distribute and transmit the work
  • to remix – to adapt the work
Under the following conditions:
  • attribution – You must attribute the work in the manner specified by the author or licensor (but not in any way that suggests that they endorse you or your use of the work).

File history

Click on a date/time to view the file as it appeared at that time.

Date/TimeThumbnailDimensionsUserComment
current20:41, 26 September 20139 min 20 s, 720 × 480 (75.37 MB)RayneVanDunem (talk | contribs)User created page with UploadWizard
  • You cannot overwrite this file.

There are no pages that link to this file.

Transcode status

Update transcode status
FormatBitrateDownloadStatusEncode time
WebM 480P1.06 Mbps
Download file
Completed 21:22, 26 September 201317 min 29 s
WebM 360P560 kbps
Download file
Completed 20:57, 26 September 201314 min 0 s
Ogg 480P1.09 Mbps
Download file
Completed 20:50, 26 September 20137 min 36 s
Ogg 360P575 kbps
Download file
Completed 22:09, 21 February 20144 min 55 s
Ogg 160P197 kbps
Download file
Completed 22:05, 21 February 20141 min 11 s